Novos Órgãos da APBE

Eleitos a 22 de Dezembro de 2014, estes são os novos órgãos da APBE. Já sabem onde estamos!

Membros eleitos para a Direcção                  

Sara Magalhães, Universidade de Lisboa (Presidente)

Susana Varela, Universidade de Lisboa  (Tesoureira)

Sara Rocha, Universidad de Vigo (Vogal)

Ester Serrão, Universidade do Algarve  (Vogal) 

Paulo Gama Mota, CIBIO – Universidade de Coimbra (Vogal)

Catarina Pinho, CIBIO-Universidade do Porto

Martim Melo, CIBIO-Universidade do Porto

 

Membros eleitos para a Mesa da Assembleia Geral

Rita Ponce, Universidade de Lisboa

Manuel Santos, Universidade de Aveiro

Joao Alpedrinha, IGC

Pedro Soares, Universidade do Minho

 

Membros eleitos para o Conselho Fiscal

Efectivos                                                                                                                        

Isabel Borges, Universidade dos Açores

Ivo Chelo, IGC

Marco Coelho, Universidade Nova de Lisboa

Suplentes                                                                                                                      

Pedro Vale, University of Edinburgh

Emilia Santos, ENS Lyon

Carlos Fernandes, Universidade de Lisboa

 

Sendo os nossos 2 principais objectivos:

  1. Promover uma verdadeira integração de todos os grupos que trabalham em Biologia Evolutiva por todo o país; com o intuito de favorecer mais colaborações entre grupos; assim como de fortalecer a nossa imagem face às políticas científicas e à sociedade. Em particular; pretendemos: (a) fomentar encontros em vários pontos do país e que contem com a participação de todos os grupos que investigam Evolução em Portugal e (b) fortalecer a imagem da Evolução na comunidade científica portuguesa.
  2. Apoiar todas as iniciativas que pretendam dar visibilidade a esta área do conhecimento científico; seja através de actividades dirigidas ao público em geral ou através da participação em projetos destinados a melhorar os currículos escolares na área da Evolução. A APBE conta com um Núcleo de Educação e Divulgação Científica da APBE (NEDE-APBE) que tem vindo a desenvolver este tipo de actuações; até agora com grande êxito. Gostaríamos de manter este dinamismo e, se possível, estendê-lo a ainda mais iniciativas.